Organização do cuidado às condições crônicas na atenção primária à saúde de Sobral-CE: avaliação de processo na perspectiva de gestores
V.1 No.1 (2019)
PDF

Como Citar

Ribeiro, M., Napoleão Albuquerque, I., Cunha, I., Mayorga, F., Ximenes Neto, F., & Silveira, N. (2019). Organização do cuidado às condições crônicas na atenção primária à saúde de Sobral-CE: avaliação de processo na perspectiva de gestores. APS EM REVISTA, 1(1), 29-38. https://doi.org/10.14295/aps.v1i1.5

Resumo

Têm se como objetivo identificar, a partir do processo de trabalho de gestores, as estratégias de organização e gestão do cuidado às condições crônicas Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellius na Atenção Primária à Saúde. Trata-se de um estudo qualitativo descritivo, de um recorte de uma pesquisa avaliativa. A coleta de dados se deu a partir de entrevistas semiestruturadas realizadas com gestores da saúde e fontes documentes, no município de Sobral–CE, no ano de 2017. Os discursos foram analisados por com suporte do software NVivo11. A partir então, identificou-se que no que se refere a atenção as condições crônicas, foram desenvolvidas estratégias de organização e gestão do cuidado, tais como a instituição de Protocolos, a Estratificação de Risco e o desenvolvimento de processos de Educação Permanente dos trabalhadores. Enfatiza-se a necessidade da modificação de uma atenção prescritiva e centrada na doença para a colaborativa e com foco na pessoa. Em que o cuidado é realizado com base no modo cooperativo, conforme as necessidades dos usuários, com o compartilhamento de responsabilidades, o apoio a autonomia e a decisão compartilhada
https://doi.org/10.14295/aps.v1i1.5
PDF

Como autor do artigo em anexo autorizo sua publicação, uma vez aprovado, na APS em Revista. Declaro ser de minha autoria o referido artigo e cedo, a titulo gratuito e em caráter definitivo, os direitos patrimoniais dele decorrentes. Assumo ainda inteira responsabilidade por seu conteúdo.

Autorizo a APS em Revista a publicar em meio eletrônico, na Internet ou a reproduzir por outros meios que venha a utiliza, bem como a edição, reedição, adaptação ou distribuição do referido artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.